10 frases curtas e inspiradoras de A Hora da Estrela, de Clarice Lispector

Destaque, Listas, Matérias Literárias, Romance

[Postado originalmente no Literatortura]

Dos monumentos de areia compostos por Clarice Lispector, A Hora da Estrela, talvez seja o mais singelo. Obra pequenina, curta, em que um escritor passa grande parte do tempo se debatendo sobre uma ideia que paira em sua cabeça. Ideia esta que, por sua vez, também é pequenina: a existência da retirante Macabéa, perdida por dentre as veias da cidade grande, ouvindo seu rádio-relógio e a procura de algum encontro, qualquer que seja. A redenção da moça, enfim, chega, mas o encontro, o verdadeiro encontro, jamais acontece. No final, percebemos que estamos todos fadados a viver a sós com nossos caóticos acasos e que a felicidade é um instrumento meramente estético.
Juntamos, então, as dez melhores citações dessa obra, que você pode conferir agora:

O que me atrapalha a vida é escrever.

Que ninguém se engane só consigo a simplicidade através de muito trabalho.

Enquanto eu tiver perguntas e não houver resposta continuarei a escrever.

Sei das coisas por estar vivendo.

Quem já não se perguntou: sou um monstro ou isto é ser uma pessoa?

Quem se indaga é incompleto.

A eternidade é o estado das coisas neste momento.

Existir não é lógico.

Uma vez se fez uma trágica pergunta: quem sou eu? Assustou-se tanto que parou completamente de pensar.

Escrevo sobre o mínimo parco enfeitando-o com púrpura, joias e esplendor. É assim que se escreve? Não, não é acumulando e sim desnudando. Mas tenho medo da nudez, pois ela é a palavra final.

 

Fonte: http://literatortura.com/2014/04/10-melhores-citacoes-de-hora-da-estrela-de-clarice-lispector/