As 10 melhores citações de Bukowski sobre beber

Autores, Listas, Matérias Literárias, Poesia, Poesia Estrangeira
Quem conhece Bukowski sabe que um dos grandes temas da obra dele é aquele referente a bebidas. Até mesmo uma das edições de seus livros publicados aqui no Brasil pela L&PM se chama Pedaços de um caderno manchado de vinho. O que não falta são bares inspirados pelo eternamente embriagado e embriagante poeta americano, desde o Dirty Old Man em Porto Alegre, o bar Bukowski, no Rio de Janeiro, entre outros tantos espalhados pelo mundo. É difícil falar de bebida sem falar de Bukowski e é difícil falar dele sem lembrar de bebidas, não é mesmo? Portanto, que tal relembrar algumas das mais memoráveis citações do grande Buk sobre bebidas e fazer um brinde a ele?
Então, prepare suas bebidas, porque a lista abaixo é inspiradora para se embriagar, seja de álcool ou de poesia, pois os versos do Buk são mesmo embriagantes! E um brinde ao Bukowski, um dos mais influentes poetas do século XX!
1. “That’s the problem with drinking, I thought, as I poured myself a drink. If something bad happens you drink in an attempt to forget; if something good happens you drink in order to celebrate; and if nothing happens you drink to make something happen.”

—Charles Bukowski, (Women) Mulheres

Esse é o problema de beber, pensei, enquanto me servia uma bebida. Se algum ruim acontece, bebemos para tentar esquecer; se acontece algo bom, bebemos para celebrar; e se nada acontece, bebemos para fazer algo acontecer.

2. “Drinking is an emotional thing. It joggles you out of the standardism of everyday life, out of everything being the same. It yanks you out of your body and your mind and throws you against the wall. I have the feeling that drinking is a form of suicide where you’re allowed to return to life and begin all over the next day. It’s like killing yourself, and then you’re reborn. I guess I’ve lived about ten or fifteen thousand lives now.”

Beber é uma coisa emotiva. É um ato que cria uma quebra na mesmice da rotina. Tira você do seu corpo e da sua mente e te joga contra a parede. Sinto que beber é como uma forma de suicídio em que você pode voltar à vida e começar tudo de novo no dia seguinte. É como se matar, e nascer outra vez. Acho que eu vivi umas dez ou quinze mil vidas até agora.

3. “stay with the beer.

beer is continuous blood.

a continuous lover.”

Fique com a cerveja,

ela é um sangue contínuo,

uma amante contínua.

—Charles Bukowski, “how to be a great writer”

4. “‘I think I need a drink.’

‘Almost everybody does only they don’t know it.’”
—Charles Bukowski, Women

“Acho que preciso beber”

Quase todo mundo precisa, eles só não sabem disso.

5. “I like to change liquor stores frequently because the clerks got to know your habits if you went in night and day and bought huge quantities. I could feel them wondering why I wasn’t dead yet and it made me uncomfortable. They probably weren’t thinking any such thing, but then a man gets paranoid when he has 300 hangovers a year.”

—Charles Bukowski, Women

Gosto de mudar de loja de bebidas com frequência, porque os funcionários começam a conhecer seus hábitos de você vai lá toda hora e compra grandes quantidades. Eu chegava a sentir eles imaginando como eu ainda não tinha morrido e isso me deixava desconfortável. Provavelmente eles nem estavam pensando isso, mas um homem fica paranoico quando tem 300 ressacas por ano.

6.“Getting drunk was good. I decided that I would always like getting drunk. It took away the obvious and maybe if you could get away from the obvious often enough, you wouldn’t become obvious yourself.”

—Charles Bukowski, Ham on Rye

Ficar bêbado era bom. Decidi que eu queria ficar me embebedando sempre. Isso deixava o mundo menos óbvio, e se você conseguisse ficar por tempo suficiente afastado da obviedade do mundo, talvez você mesmo deixasse de ser tão óbvio.

7. “When you drank the world was still out there, but for the moment it didn’t have you by the throat.”

—Charles Bukowski, Factotum

Quando a gente bebe, o mundo ainda continua aí, mas por um momento ele não te segura mais pela garganta.

8.

“in the cupboard sits my bottle
like a dwarf waiting to scratch out my prayers.
I drink and cough like some idiot at a symphony,
sunlight and maddened birds are everywhere,
the phone rings gamboling its sound
against the odds of the crooked sea;
I drink deeply and evenly now,
I drink to paradise
and death
and the lie of love.”

Minha garrafa fica no armário
como uma anão esperando para ferir minhas preces
bebo e tusso em uma sinfonia
há luz do sol e aves enlouquecidas em todo lugar
o telefone toca derramando seus sons
pelos confins do mar revolto
bebo intensa e calmamente agora
bebo ao paraíso
e à morte
e à mentira do amor.

—Charles Bukowski, “Soirée”

9. “‘What? You mean you’d dare drink right after getting out of jail for intoxication?’

‘That’s when you need a drink the most.’”
—Charles Bukowski, Factotum 

“O que? Você quer dizer que ousaria beber logo depois de sair da prisão por intoxicação?”

“É nessa hora que mais se precisa beber.”

10.

“now
lighting new cigarettes
pouring more
drinks

it has been a beautiful
fight

still
is.”

 

agora

acendendo novos cigarros

servindo mais

bebidas

tem sido uma bela

luta

e ainda

é.

—Charles Bukowski, “cornered”

Fonte: Buzzfeed