Onde anoitece: documentário latinoamericano entrevista mulheres em situação de rua

Cinema, Destaque, Notícias, Vídeos

“Ah, eu moro onde anoitece, onde anoitece mesmo eu durmo.” (Palmira)

Se, para as mulheres, de modo geral, a rua ainda é um espaço a ser conquistado, a que condições se sujeitam as mulheres que habitam estes espaços?

ONDE ANOITECE é uma iniciativa independente de produzir um longa documentário que busca retratar de modo mais amplo a realidade imposta às mulheres nas ruas. Os conceitos de ocupação dos espaços urbanos que se desenvolvem sob noções de tempo e espaço próprios, numa cidade de ritmo fervente como o Rio de Janeiro, são algumas das subjetividades que esse trabalho pretende indagar. Trata-se da busca pela compreensão do agir de corpos femininos em diferentes esferas da sociedade, considerando o contexto socio-político atual, no qual as políticas sociais de atendimento a populações de rua e de defesa dos direitos das mulheres sofrem consideráveis cortes.

O filme será guiado através de uma protagonista que apresentará, desde seu olhar, parte da realidade das mulheres nas ruas, os espaços e as relações humanas, desde a ótica de quem passa a maior parte do tempo, se não todo ele, ali. Abordando não só a realidade física da exposição dos corpos nos espaços públicos, mas seus desejos, sonhos, preocupações e relações cotidianas.

O documentário é uma produção do Coletivo Las Viralatas, focado na realização audiovisual por e para periféricos sociais, latinoamericanos. Em Onde Anoitece, a direção é de Jimena de Garay e Lílian de Alcântara, a câmera é Maíra Lemos, a edição é de Telena Teles, a direção de arte é assinada por Marcella Valadares, a direção de produção é de Leonildes Nazar, com assistência de Leo Oliveira e a comunicação e pesquisa são trabalho de Luna Gamez e Alisson Paiva.

Para se concretizar, o projeto está lançando mão de um financiamento coletivo na Benfeitoria. É possível doar a partir de R$15,00 e a cada doação são ofertadas recompensas àquelas e àqueles que ajudarem. As doações a partir de R$35,00 são convertidas na compra de cobertores para as/os moradoras/es de rua. O projeto é independente, e por isso é importante o engajamento de todas/os para gastos com equipamentos de filmagem e som – por se tratar de uma população que migra pela cidade, não é viável esperar pelos grandes patrocinadores e editais para efetivar o trabalho. No caso de não ser alcançada a meta de R$7.000,00, o dinheiro arrecadado é devolvido às/aos doadoras/es.

Quem se interessar pelo trabalho pode entrar em contato com o Coletivo Las Viralatas pelo email lasviralatas@gmail.com.

Para contribuir com o projeto, acesse https://benfeitoria.com/ondeanoitece