Suspense, sequestro e investigação policial: O casal que mora ao lado, de Shari Lapena

Destaque, Leituras, Resenha, Resenhas, Romance

Obra: O casal que mora ao lado
Autora: Shari Lapena
Editora: Record
Páginas: 293
Ano: 2017

“As pessoas são capazes de qualquer coisa”. É a partir dessa premissa que Shari Lapena desenvolve este envolvente e brilhante thriller. Enquanto Anne e Marco estão em um jantar de aniversário na casa dos vizinhos, revezando turnos para ver a recém nascida Cora em sua casa contígua, a bebê desaparece. Logo a polícia é acionada e tem início uma investigação para entender como, num intervalo pequeno de tempo, a bebê sumiu sem haver nenhum rastro de quem pode tê-la raptado.

No decorrer da investigação, uma série de questões são levantadas, lançando luz sobre as morais que se chocam e se fazer ver em casos como este: os pais são suspeitos? Seria o pai mais suspeito que a mãe porque, como homem, poderia fingir um rapto? Seria a mães mais suspeita que o pai porque, como mulher e mãe, pode ser uma pessoa desestabilizada? Que tipo de pais deixam a filha de 6 meses sozinha em casa para ir a uma festa? Desse modo, Shari Lapena constrói não só uma envolvente história de investigação e suspense como, também, coloca na mesa inúmeros pontos que precisam ser discutidos sobre masculinidades, feminilidades e, em última instância, sobre a parentalidade.

Vale dizer que o trabalho de marketing da Record foi primoroso. Recebemos o livro envolto em uma fralda infantil, com um alfinete de ursinho meio quebrado, em um pacote escrito Confidencial – foi o suficiente pra que o livro pulasse pra o lugar de “próximo” da lista de leitura.

Lapena se destaca de outras(os) escritoras(es) do gênero por duas razões: sua escrita é rápida, dinâmica, não se prende à excessivas descrições com o objetivo apenas de preencher as páginas, o que faz ser impossível parar de ler o livro; alguns toques de ironia e informalidade no texto também contribuem para uma leitura fluida e excitante. Além disso, a autora é capaz de produzir uma obra que se passa em um curto espaço de tempo – alguns dias – e, ainda assim, contemplar todas as emoções, sensações, angústias e expectativas que a história faz desenrolar. A autora, ainda, é capaz de construir uma história recheada de reviravoltas, atendendo muito bem às expectativas de leitores deste gênero.

Por estas razões, O Casal que Mora ao Lado é um livro que todos(as) que curtem suspenses e investigações policiais devem adicionar à suas listas de leitura. Ao lê-lo, poderão se certificar de que a premissa da autora é, de fato, correta: as pessoas são capazes de qualquer coisa.