3 animações baseadas em poema de Walt Whitman

Cinema, Destaque, Listas, Vídeos, Youtube

Walt Whitman é mais do que um poeta. É um poeta que inventou uma geração de poetas. E de poesias. E de estilos poéticos. Sua obra, até hoje, gera fascínio e mistério. Estudos e mais estudos que tentam desvendar as palavras que, por um lado, antecipam o mundo contemporâneo e toda sua força e, por outro, mantém a beleza e tradição da linguagem.

O Ted-Ex fez um incrível experimento: A partir do poema A Silenciosa Aranha Paciente, de Whitman, pediu que três cineastas produzissem animações baseadas no poema para ver qual seria o resultado. Cada um deles usou um estilo diferente de animação e deram vida de forma sensacional ao belo poema. O resultado você pode conferir abaixo:


Diretores(as): Jeremiah Dickey, Lisa LaBracio, Biljana Labovic
Narradores(as): Rives, Mahogany Browne, Joanna Hoffman




Confira o poema na íntegra:

Silenciosa aranha paciente,
notei como em ligeiro promontório ela estava isolada,
notei como explorar o vasto vazio que a circundava:
ia jogando fio, fio, fio tirado de si mesma,
soltando-os sempre mais, incansável
fazendo-os correr sempre.

E tu, ó minha alma, onde estás,
cercada, separada, em desmedidos oceanos de espaço,
ininterruptamente ponderando, arriscando, jogando, buscando esferas para ligá-las,
até que esteja construída a ponte que hás de necessitar,
até que esteja segura a âncora dúctil,
até que o fio de teia que lanças pegue em algum lugar,
ó minha alma!
(tradução de Geir Campos)

Fonte: http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3305532