3 filmes sobre a vida e a obra de Pablo Neruda

Artes, Cinema, Destaque, Listas
Algum dia, em qualquer parte, em qualquer lugar, indefectivelmente, você vai se encontrar consigo mesmo e essa, só essa, pode ser a mais feliz ou a mais amarga das tuas horas.
Neruda

Um dos maiores nomes da literatura do Chile, Pablo Neruda se consagrou, ainda, como um dos maiores poetas de todos os tempos. No NotaTerapia, Neruda já apareceu em outras três matérias, uma com vídeos de poemas do escritor e, em outras duas, sendo entrevistado por Clarice Lispector e por Gabriel García Márquez.

Autor de mais de 30 obras, ficou muito conhecido quando, na década de 90, um filme contou a história de sua vida durante o exílio. Talvez você já tenha visto ou ouvido falar deste filme, mas nos últimos anos outros dois diretores são responsáveis por mais duas obras cinematográficas sobre o escritor.

Confira, abaixo, estes 3 filmes sobre a vida e a obra de Pablo Neruda:

1- O Carteiro e o Poeta, de Michael Radford (1994)

O Carteiro e o Poeta

Por razões políticas o poeta Pablo Neruda (Philippe Noiret) se exila em uma ilha na Itália. Lá um desempregado (Massimo Troisi) quase analfabeto é contratado como carteiro extra, encarregado de cuidar da correspondência do poeta, e gradativamente entre os dois se forma uma sólida amizade.

2- Neruda – Fugitivo, de Manoel Basoalto (2015)

Resultado de imagem para filme neruda fugitivo basoalto

Em 1971, o poeta Paulo Neruda (José Secall) recebeu o Prêmio Nobel de Literatura. Na cerimônia, em seu discurso, ele relembra episódios quase esquiecidos da sua vida. Em 1948, quando era senador, Neruda foi obrigado a fugir e se esconder após criticar ferozmente o então presidente Gabriel González Videla (Max Corvalán). Refugiado com um nome falso no sul do Chile, onde viveu durante sua infância e adolescência, ele conta com a ajuda de companheiros para que possa escapar do país através da Cordilheira dos Andes, antes de ser localizado pela polícia federal.




3- Neruda, de Pablo Larraín (2016)

Resultado de imagem para filme neruda larraín

No final da década de 1940, um inspetor (Gael García Bernal) persegue o poeta chileno Pablo Neruda (Luis Gnecco), ganhador do Prêmio Nobel, por ter se juntado ao Partido Comunista.

[Sinopses retiradas do site AdoroCinema]