10 frases para conhecer Lady Susan: o romance epistolar esquecido de Jane Austen

Destaque, Listas, Matérias Literárias, Romance
Muitas vezes perdemos a possibilidade de felicidade de tanto nos prepararmos para recebê-la. Por que então não agarrá-la toda de uma vez?
Jane Austen

Publicado postumamente em 1871, por James Edward Austen Leigh, sobrinho de Jane, Lady Susan é um curto romance epistolar pouco lembrado em meio a suas outras obras de sucesso. A narrativa é construída através de trocas de correspondência entre a protagonista e seus afetos e desafetos e nos apresenta uma viúva audaciosa, inescrupulosa e sedutora: Susan Vernon, que com sua beleza e magnetismo natural, tece uma teia das maiores atrocidades sociais, apenas para alcançar seus objetivos torpes, e obter para si – e para sua filha Frederica – um casamento vantajoso. E apesar de ter o inegável estigma de vilã, Lady Susan tem seu quinhão de excentricidade e carisma, fazendo com que os leitores morram de amor e ódio por ela.

Fruto da sagaz pena de Austen, Lady Susan é mais do que um romance a ser lembrado; é um livro para jamais ser esquecido! O NotaTerapia separou as 10 melhores frases da obra:

 “Existe um requintado prazer em subjugar um espírito insolente e fazer que uma pessoa predisposta a te detestar reconheça sua superioridade. Proporciona um prazer delicioso!”

“É certo que minha vaidade me leva a acreditar que o tenho a meu alcance. Consegui que seja sensível ao meu poder e agora posso desfrutar do prazer de triunfar sobre uma mente predisposta a não gostar de mim e cheia de preconceitos com minhas ações passadas.”

“A idade de Lady Susan é uma objeção material em si mesma, mas a leviandade de seu caráter é muito mais grave que converte a diferença de doze anos, em comparação, a uma ninharia.”

“A consideração e a avaliação se obtêm sem dúvida do domínio da linguagem, do mesmo modo que a admiração depende da beleza.”




“Os ciúmes lhe alteraram, coisa que não lamento, pois não conheço melhor forma de fomentar o amor.”

“Não têm justificativas essas mulheres que esquecem o que se espera delas e não têm em conta o que o resto do mundo possa pensar.”

“Aonde eu vá pouca importância tem para ninguém. Inclusive para mim mesma.”

“Há algo que proporciona um grande regozijo ao influir nos sentimentos com tanta facilidade. Não é que inveje essa posse, nem quereria por nada do mundo ser assim, mas são tão úteis quando se deseja intervir nas paixões de outra pessoa!”

“Flexibilidade mental e uma predisposição facilmente tendenciosa por outros são atributos que você sabe que não estou ansiosa por possuir.”

“Não me julgue cruel por exercer um poder assim, nem me acuse de ser volúvel sem primeiro escutar minhas razões!”