Curiosidades sobre a vida e a obra de escritores(as) brasileiros(as)

Autores, Dica de Leitura, Leituras, Matérias Literárias, Resenha

Recentemente, o título do livro despertou-me a atenção. Na sinopse, algumas curiosidades sobre a vida e a obra de diversos escritores brasileiros. A História bizarra da literatura brasileira, do jornalista e pesquisador Marcel Verrumo, é um convite à descoberta de fatos, até então, desconhecidos por muitos leitores.

No livro, é possível tomar conhecimento que a primeira mulher a publicar um livro no Brasil foi uma nordestina denominada Nísia Floresta Brasileira Augusta. Embora pouco divulgada, a obra Direitos das mulheres e injustiça dos homens, de 1832, foi uma das precursoras do feminismo no país.

Mesmo sabendo que Graciliano Ramos dedicou-se à política, um caso inusitado ocorre nesse período. Quando foi prefeito em uma pequena cidade de Alagoas, cria o Código de Postura Moral, em 1928, abrangendo diversas medidas, inclusive, as sanitaristas. Como seu pai criava porcos e cabritos em terrenos baldios, Graciliano acabou multando o próprio pai.

Já a esposa de Guimarães Rosa, Aracy, ajudou os judeus a escapar do nazismo na Alemanha. Também com o auxílio do escritor, calcula-se que quase cem pessoas conseguiram chegar ao Brasil. Em 1982, Aracy foi homenageada e teve seu nome gravado no Museu do Holocausto, em Israel, pelo reconhecimento dessas ações.

Além disso, retrata situações sobre os autores Gregório de Matos, José de Alencar, Monteiro Lobato, Cecília Meireles, Clarice Lispector, Raquel de Queiroz entre outros.

O livro é bem organizado, seguindo cronologicamente os eventos. Em notas de rodapé, apresenta indicações de leitura e no fim de cada capítulo há sugestões de livros dos autores em questão. Os capítulos curtos dão dinamicidade e proporcionam uma leitura mais descompromissada.

Para as aulas de literatura, História bizarra da literatura brasileira pode ser um material bem aproveitado. Conforme for abordado, levando em consideração o período histórico de cada escritor, provavelmente, possa servir como um atrativo para que os alunos recorram à leitura de suas obras.

Interessante perceber que esses episódios nos ajudam a compreender determinadas escolhas, aspirações e intenções de cada autor. É possível reconhecer, em alguns casos, nas linhas ou nas entrelinhas da escrita literária traços de suas histórias, seus anseios e, possivelmente, deixem transparecer até um pouco de si mesmos.

Importante lembrar que nenhuma dessas situações ou curiosidades da vida e da obra diminui a qualidade literária dos autores. Eles continuam sendo estudados em diversos meios, respeitados pela academia e revisitados sempre que necessário.

Mesmo que os anos passem, inúmeras obras permanecem com o seu caráter relevante e contemporâneo. Talvez por isso os nomes dos autores sejam dificilmente esquecidos.