Bruno Sanctus

15151267_1007421172702996_505773082_n

Bruno Sanctus, nasceu em Campo Alegre de Lourdes, Bahia, em 1992. Hoje vive em São Paulo, com seus pais, irmãos e a Mel, sua cadelinha. Pertenceu ao grupo de RAP, Concepção Leste, durante a adolescência. Alguns anos depois saiu do grupo e dedicou-se apenas a escrita. Formou-se em Mentiras, faculdade esta que não inibe o seu lado criativo. É técnico em eletroeletrônica e em gestão empresarial. Trabalhou em alguns sub empregos e agora deu a si mesmo o direito de fazer o que quiser.

OBRA: 
Escrevi para Esquecer: Palavrões

GÊNERO:
Poesia

ANO:
2016

SINOPSE:

capa

Escrevi para Esquecer: Palavrões é o complicado de poemas que compreendem o período de sete anos numa viagem vertiginosa e introspectiva para dentro de si mesmo. A ficção encardida dentro das veias poéticas: ora prosa, ora poesia, ora um esporro em um berrante para um boi surdo, guiado apenas pelo horizonte tímido que o cabresto o permite visualizar através dos olhos baços. É instintivo antes de racional. É um glóbulo branco em uma luta vã para proteger um sistema imunológico já deficiente. A grosso modo poderia ser definido como um poema que desprendeu-se de sua sombra para lamber seus ouvidos cheios de cera, causando efeito anestésico e após cessar o efeito da morfina e suas ilusões, começa a estapear-lhe a face; enquanto escreve sua biografia com a própria merda. Escrevi para Esquecer é sobre colocar fogo no seu magnum opus para que ninguém o leia.

FACEBOOK:
Subterfúgios da Razão